Dr. Osvandré Lech Ortopedista Especializado
Em Membro Superior
Entre em Contato
Dr. Osvandré Lech
Entre em contato
Consultas em Passo Fundo
Consultas em Passo Fundo
Consultas em Porto Alegre
Consultas em Porto Alegre


MENU
O FERIADO

Quinta-feira, 22 de junho de 2000, feriado nacional em homenagem a corpus christi. são 9h30min e eu estou exatamente nesta linha da crônica. será que eu estaria fazendo esta mesma atividade em casa se esta quinta- feira fosse como todas as demais - apenas um dia ordinário de trabalho? certamente não! esta resposta nós temos na ponta da língua com uma rapidez de um computador.

O que significa um dia de descanso? Ele é necessário? Ele ajuda ou atrapalha? Sem muitos conhecimentos históricos, sei que o sábado é um dia de descanso e de meditação na cultura judaica - o Sabat. Este dia funciona como uma oportunidade para nos re- compormos após o período de seis dias de trabalho intenso. As modificações ocorridas ao longo da história fizeram com que o domingo fosse então considerado um novo dia de descanso. Nesta sociedade de final de século em que vivemos, a maioria dos países optou pelo estilo de "5 dias de trabalho e 2 de descanso", embora na prática não seja isso que realmente ocorre. em alguns países ainda comunistas, que mantêm um regime muito rígido de trabalho, o dia de descanso é escalonado de maneira irregular, para que os trabalhadores não tenham noção de periodicidade.

O Sábado e o Domingo passaram a ter um significado especial na nossa rotina. São dias em que o "pegar pesado" está proibido. Estes dois dias podem até serem organizados desta simples forma: Sábado de manhã fazemos arrumação da casa, à tarde, compramos e ou praticamos esporte, à noite é o momento de lazer com a família ou amigos; Domingo de manhã deveres religiosos ou o mais completo ócio, ao meio-dia o almoço familiar, à tarde ninguém resiste e dorme ou divaga (terá esporte, ao vivo ou na telinha), à noite já existe a expectativa da segunda-feira... todos nós sabemos bem como proceder no final de semana. E o feriado no meio da semana? Será que estamos suficientemente preparados para "enfrentá-lo"? o que se fazer primeiro, o que fazer logo após? Vai dar tempo para tudo? A gente nem sabe se realmente gosta deste tipo de descanso, já que altera a nossa rotina e adia todos aqueles compromisso que até já estavam marcados...

Terei energia para economizar tudo o que venho adiando há muito tempo? Não. Acho que hoje as coisas devem ser muito devagar mesmo, afinal eu teria que trabalhar de qualquer forma! E a prática de esportes, que geralmente é adiada com justificativas espetaculares e que o teu médico já te botou "contra a parede"? Alguns feriados foram incorporados aos finais de semana por algum período. Foi melhor ou pior? E o feriado que se inicia com chuva ou frio? Quinta-feira, 22 de junho de 1995. São 18h45 e eu descobri que passei o dia tentando escrever esta crônica. E não foram muitas linhas, sem muitas ideias, talvez até muitas perguntas sem qualquer resposta. Tudo bem, afinal este não é mesmo um dia ordinário de trabalho. (Publicado no jornal O Nacional, Passo Fundo, 1995)




Veja Também:






























Passo Fundo
Rua Uruguai, 2050
Fone: (54) 3045.2000
Porto Alegre
Rua Leopoldo Bier, 825/401
Fone: (51) 3219.2273
Ortopedista e Traumatologista
Especializado em Membro Superior
Ombro, cotovelo, mão e microcirurgia
© Copyright 2017 www.lech.med.br
Todos os Direitos Reservados
VIPWEB Soluções em Tecnologia