Dr. Osvandré Lech Ortopedista Especializado
Em Membro Superior
Entre em Contato
Dr. Osvandré Lech
Entre em contato
Consultas em Passo Fundo
Consultas em Passo Fundo
Consultas em Porto Alegre
Consultas em Porto Alegre


MENU
Ortopedistas apoiam tribunal que negou revalidação de diploma boliviano

Segundo SBOT, exame promovido para revalidação de diplomas de Cuba, Bolívia, Argentina e México foi um fracasso.

Para o presidente da SBOT, Osvandré Lech, há uma pressão política para revalidação do diploma conseguido no exterior

A diretoria recém-empossada da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia SBOT manifestou seu apoio à presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargadora Elisabeth Carvalho Nascimento, que suspendeu os efeitos de liminar que determinava o reconhecimento do curso de Medicina feito na Bolívia por dois brasileiros, decisão que impede igualmente o registro do diploma boliviano no Ministério da Educação.

A manifestação da SBOT lembra que há pouco mais de um mês o exame promovido pelo Governo Federal para revalidar diplomas de formados em Cuba, Bolívia, Argentina e México, foi um fracasso absoluto, pois apenas 2 dos 628 inscritos lograram aprovação nos testes.

Para a SBOT, há uma verdadeira " indústria" de envio de estudantes que fracassam no vestibular brasileiro para faculdades no exterior que não tem exame de seleção e cujo currículo não se equipara ao brasileiro. " Há uma pressão política para revalidação do diploma conseguido no exterior" , afirma o presidente da SBOT, Osvandré Lech, " mas essa revalidação não apenas colocaria no mercado profissionais não capacitados devidamente, como seria um acinte contra os ortopedistas brasileiros que cursaram seis anos de Medicina em tempo integral, se sujeitaram à rigorosa Residência Médica, depois do que ainda foram avaliados durante três dias num exame acurado, para que pudessem conseguir o título de Ortopedista" .

Lech diz ainda: " A ofensa se estende também aos médicos regularmente formados nas nossas Universidades e, por fim, à população brasileira, que merece mais respeito. Não há falta de médicos no Brasil e sim uma má distribuição; uma das soluções é considerar a carreira de médico como responsabilidade do Estado, assim como é a do juiz, do delegado e do professor" .

A manifestação da SBOT foi endossada por toda a nova Diretoria, que tem como em sua plataforma a " Defesa Profissional, Científica e Institucional" . A direção executiva da SBOT é integrada por Osvandré Lech, Geraldo R. Motta Filho, Flavio Faloppa, Jorge dos Santos Silva, Marcelo T. Mercadante, Ney Coutinho P. Amaral, Adalberto Visco e Reginaldo Jesus-Garcia Filho.




Veja Também:






















Passo Fundo
Rua Uruguai, 2050
Fone: (54) 3045.2000
Porto Alegre
Rua Leopoldo Bier, 825/401
Fone: (51) 3219.2273
Ortopedista e Traumatologista
Especializado em Membro Superior
Ombro, cotovelo, mão e microcirurgia
© Copyright 2018 www.lech.med.br
Todos os Direitos Reservados
VIPWEB Soluções em Tecnologia